• banner formacao 2
  • banner metasV2
  • banner objetivo

O Programa tem os seguintes responsáveis em sua estrutura administrativa:

  • Coordenador Geral: Glaucia Maria de Moraes Oliveira
  • Coordenador Substituto: Basílio de Bragança Pereira
  • Coordenador Adjunto do Mestrado: Roberto Coury Pedrosa
  • Coordenador Adjunto do Doutorado: Nelson Albuquerque de Souza e Silva
  • Coordenador de Pesquisa: Emiliano Horácio Medei

A Comissão Deliberativa do Programa é formada pelos coordenadores acima definidos e por um representante do corpo discente, a aluna de doutorado Mauara Scorsato. 

Ainda, também fazem parte do Programa: 

Comissão de Planejamento estratégico, que tem como objetivo: direcionar as ações a serem desenvolvidas pelo Programa, sendo composta pelos professores, Gisele Zapata-Sudo (Presidente da Comissão); Gláucia Maria Moraes de Oliveira; Basílio de Bragança Pereira (Professor Emérito da UFRJ); Professor Nelson Albuquerque de Souza e Silva (Professor Emérito da UFRJ); Professor Roberto Coury Pedrosa.

Comissão Permanente de Credenciamento de Docentes, composta pelos professores: Adalberto Ramon Vieyra; Basílio de Bragança Pereira; Gláucia Maria Moraes de Oliveira e mais os professores que serão convidados.

Os seguintes critérios são adotados para o credenciamento dos docentes: 

Permanente: 1- ter orientado pelo menos um aluno de mestrado/doutorado/ano no triênio; 2- produção científica que some pelo menos 250 pontos no triênio segundo Qualis Periódicos da área de medicina I da CAPES; 3- estar associado a um grupo de pesquisa e ter projeto sob sua coordenação ou estar participando de pelo menos uma linha de pesquisa do programa 4- ter pelo menos um aluno de iniciação científica de preferência associado aos alunos de pós-graduação; 5- encoraja-se os que forem pesquisadores do CNPq; 6- encoraja-se os que possuírem financiamento para projetos; 7- ser da UFRJ ou instituições conveniadas com a UFRJ. 

Colaborador: 1- ter orientado pelo menos uma tese no triênio ou estar orientando no momento; 2- ter produção científica que some mais de 150 pontos no triênio; 3- estar associado somente a um outro programa de pós-graduação. 

Topo