• banner formacao 2
  • banner metasV2
  • banner objetivo

Notícias

29 05 2019 PosCardio NoticiaO Curso de Atualização de Dietas Vegetarianas acontecerá no Auditório Paulo Rodolpho Rocco (Quinhentão), no Centro de Ciências da Saúde (CCS) / UFRJ. A data do evento será divulgada em breve. Os participantes ganharão, de brinde, um ebook com cinquenta receitas vegetarianas. 

Programação:

1° dia:

Credenciamento (08:00h – 08:30h)

Veganismo e Saúde Pública (08:30h – 9:15h)
Palestrante: Elaine Ibrahim

Gestante Vegana – Desafio na Prática (09:15h – 10:00h)
Palestrante: Luna Azevedo

Caso Clínico (10:00h – 10:45h)
Apresentador: Rosana Tournour
Debatedor: Luna Azevedo

Coffee Break (10:45h – 11:00h)

Atleta Vegano (11:00h – 11:45h)
Palestrante: Nanci Py

Caso Clínico (11:45h – 12:30h)
Apresentador: Sofia Kimi Uehara
Debatedor: Nanci Py

Intervalo/Almoço (12:30h – 14:00h)

Comer para não morrer (14:00h – 14:30h)
Palestrante: Gláucia Maria Moraes de Oliveira

Doenças crônicas não transmissíveis e veganismo (14:30h-15:15h)
Palestrante: Daniel Ganimi

Caso Clínico (16:00h – 16:45h)
Apresentador: Bianca da Silva Oliveira
Debatedor: Daniel Ganimi

2° dia:

Vegetarianismo na Prática Clínica (08:30h – 09:15h)
Palestrante: Bianca da Silva Oliveira

Alimentos Funcionais (9:15h – 10:00H)
Palestrante: Glorimar Rosa

Veganismo: uma visão filosófica (10:00h – 10:45h)
Palestrante: Gabriel Prado

Coffee Break (10:45h – 11:00h)

Caso Clínico (11:00h – 11:45h)
Apresentador: Luciana Nicolau Aranha
Debatedor: Bianca da Silva Oliveira

Intervalo/Almoço (11:45h – 13:00h)

Microbiota e Vegetarianismo (13:00h -13:45h)
Palestrante: Ana Luísa Faller

Vegetarianismo na Infância (13:45 – 14:30h)
Palestrante: Laura Ohana

Caso Clínico (14:30h – 15:15h)
Apresentador: Tamira Rocha
Debatedor: Laura Ohana / Gláucia M. Moraes de Oliveira

Encerramento e Premiação (15:15h)

Para mais informações, clique AQUI

22 05 2019 PosCardio PosCardio NoticiaConfira os editais para o Processo Seletivo Mestrado e Doutorado 2019.2:

pdf-icon Para acessar o edital do Processo Seletivo de Mestrado, clique aqui.

pdf-icon Para acessar o edital do Processo Seletivo de Doutorado, clique aqui.

15 05 PosCardio noticiaDurante o 36º Congresso da SOCERJ o aluno egresso do PósCardio Wallace Machado apresentou o pôster entitulado "Fórmula de predição do VO2pico através do teste de 1 repetição máxima para membros superiores em indivíduos com insuficiência cardíacana categoria tema livre, o egresso foi premiado com o 1º lugar na XIX Jornada de Fisioterapia.

Resumo: Insuficiência cardíaca crônica (ICC) tem como características marcantes dispneia, intolerância ao esforço, redução da força muscular e diminuição da qualidade de vida. A redução da capacidade funcional e da força máxima está associada com maior gravidade desta doença. O objetivo do estudo foi correlacionar o consumo de oxigênio no pico do esforço (VO 2pico ), avaliado através do Teste Cardiopulmonar de Exercício (TCPE), com a carga mobilizada no teste de 1 repetição máxima (1RM) de membros superiores. Métodos: Estudo transversal de indivíduos com ICC diagnosticada há, pelo menos, 1 ano, com fração de ejeção do ventrículo esquerdo menor que 50%. Foram realizados os seguintes testes: TCPE em esteira com protocolo em rampa, teste de força máxima para membros superiores (supino reto com barra) e avaliação antropométrica. Resultados: A amostra foi composta por 16 indivíduos de ambos os sexos (11 homens e 5 mulheres), com idade de 54±12 anos, fração de ejeção do ventrículo esquerdo 37±7% e classe funcional predominante III (56%). O VO 2pico avaliado foi de 14,98±5,4 mL.kg-1.min-1. A carga mobilizada no teste de 1RM para membros superiores foi de 38±16 kg. Houve forte correlação do VO 2pico (r= 0,727; p= 0,00142; r²= 0,52) e da inclinação da eficiência do consumo de oxigênio (OUES) (r= 0,709; p= 0,00212;r²= 0,50) com o teste de 1RM de membros superiores. A partir desta correlação foi possível elaborar uma fórmula de predição do VO 2pico através do teste de 1RM para membros superiores: VO 2pico = 5,98 + (0,23 x Carga de 1RM de membros superiores - figura), onde a carga do teste de 1RM está em kg (figura). Conclusões: A força muscular máxima de membros superiores pode refletir de forma mais precisa a disfunção muscular periférica em indivíduos com ICC com fração de ejeção do ventrículo esquerdo reduzida. Sendo assim, o teste de 1RM de membros superiores poderia ser incluído na rotina clínica de avaliação de indivíduos com ICC, não somente para avaliar a força, mas também para estimar o VO 2pico , principalmente nos locais que não possuem
disponível o TCPE, devido seu baixo custo e fácil reprodutibilidade.

Clique aqui para conferir o pôster.

Confira abaixo as fotos do evento e do prêmio recebido

 collage-15-05

 

Topo